quarta-feira, 21 de maio de 2008

Pelas encostas guardadas de Ñuberu, senhor das nuvens, da chuva e dos ventos…Asturias

“O Reino das Astúrias foi a única região da Península Ibérica que não foi conquistada pelos Mouros aquando da invasão por estes da Península Ibérica. Protegidos por uma imponente cadeia montanhosa, os cristãos que escaparam à conversão islâmica imposta pela invasão dos Mouros refugiaram-se naquele pequeno território do norte da península, a partir do qual dariam início ao processo de Reconquista Cristã, inicialmente mediante pequenas escaramuças, até aos confrontos directos com os estandartes dos vários reinos cristãos que se foram formando.”

…..por Caminhos Primitivos, outrora rota de fugas na Idade Média, seguem agora Angarnas, Cagaréus em plena descoberta geográfica de um dos trilhos dito por alguns como um dos mais duros e contemplativos Caminhos de Santiago…

….são cerca de 330 km…, vagueando inicialmente pelo Jardim dos Reis Caudilhos (Catedral de Oviedo) onde vagueia o espírito do Rei Fruela I das Asturias, pernoitando em albergues…nós e as mulas de duas rodas…carregadas com somente o essencial…cheios de espírito e vontade de desbravar serras e vales embrenhados pela assombração de Ñuberu, senhor das nuvens, da chuva e dos ventos….
E lá vamos nós…



Esta foi uma aventura que aconselho a quem estiver bem preparado fisicamente e psicologicamente pois a dureza da mesma assim o exige.O grupo constituído pelo Grande comandante João Pedro,Gilberto,Tó Faísca,Albino,Pedro Mano e Hernâni, os trilhos e a paisagem, os poucos mais de 6000 de acumulados fizeram desta aventura uma experiencia muito gratificante ,a qual contribuiu para fortalecer ainda mais a amizade existente entre todos os participantes... foi uma aventura Potentíssima e para o ano se tudo correr bem vamos até aos Pirinéus derreter o gelo.

1º DIA
Após viagem nocturna de um pouco mais de 600 kms na viatura gentilmente cedida pela Empresa Motrinde,( www.motrinde.com nosso patrocionador), chegámos a Oviedo pelas 6:00 horas locais.De imediato procedemos a descarga das mulas e equipamento e demos início à nossa aventura por terras das Asturias e Galiza; estava decidido pelo nosso comandante joão Pedro que neste dia a etapa seria de 90 kms com passagem por Grado,Salas onde comemos umas sandoxas,Tineo e dormida em Borres.O tempo esteve bom até que a chegada a Tineo começou a chover torrencialmente e até ao albergue de Borres foi uma molha até ao osso, mas nada que atrapalhasse pois fomos preparados e mentalizados que seria sempre assim e assim foi.


























2º dia
saída pelas 9:00 horas com um sol que foi de pouca dura lá iniciamos a nossa epata do dia nos levaria até Grande Salime, através do percurso dos Hospitales,com trilhos por vezes muitos tecnicos mas fantasticos onde a cerca de 1300 metros de altitude pudemos desfrutar ao maximo de belas paisagens acompanhadas com fortes chuvas,ventos de 70 kms hora totalmente isolados durante 25 kms.Foi um teste às nossas capacidades fisicas e psicologicas ...depois de uma paragem para comer alguma coisa e mudar pastilhas de travão na minha mula, subimos de novo aos 1200 metros para descer aos 400 metros por espectaculares singles, com muita pedra e mais uma vez com excelentes paisagens.










































E com este single chegamos a barragem com as maquinas e os telemoveis cheios de humidade ...seguimos para o albergue de grande Salime onde pernoitámos e carregamos baterias para o 3º dia

3ª dia
saída de Grande Salime pelas 8:30 horas para uma etata de aproximadamente 85 kms com passagem por Afonsagrada num trilho com vestigios de povos ha 35000 anos,alto do Montoto com o seu single brutal de 3 kms e um desnivel de 300 metros até Paradavela onde comemos umas sandes e bebemos una cafés bem quentinhos numa pequena tasca de um simpatico casal de idosos,e depois seguimos até a cidade de Lugo com a sua muralha patrimonio mundial da humanidade,onde pernoitámos no albergue para recarregar baterias.














4º dia
Saída de Lugo pela 8:30 horas com destino a Santiago de Compostela numa etapa de 110 kms com passagem por Palas de Rei, Melide ja no caminho Françês onde se começa a encontrar muitos peregrinos a pé,num caminho bastante comercial onde ao contrario do primitivo os albergues parecem Hoteis.Foi a parte menos interessante do percurso.Após umas paragens para comer,reparar um furo e ir telefonando para o nosso transporte que nos aguardava em Santiago lá chegámos e terminámos uma Potente aventura sempre com chuva,sol, frio, muita dureza com os pouco mais de 6000 de acumulados mas com muita satisfação por termos feito o caminho primitivo,considerado um dos mais dificeis

Um grande agradecimento a todos que nos apoiaram ao longo destes 4 dias,a jubas e o jorge Bicigodo que foram colocando as imagens que lhe enviamos por telemovel e aos nossos patrocionadores, neste caso á Motrinde que nos patrocionou o transporte.

Para o ano se correr bem vamos derreter o gelo aos pirinéus















16 comentários:

josé disse...

É dureza e beleza, isto sim é BTT do melhor!!!Potente!!!

Valter disse...

Grandes Malucos ... assim é que e o BTT ao mais alto nivel ... com os treinos feitos no Buçaco BY-NIGHT ... não Custa Nada ... Já falta pouco para o final ... mesmo com o frio e o mau tempo ... foi sempre a pedalar ... DUREZA!!!

Tiaguss disse...

So pode ter sido espectacular! :)
Grande abraço

Ferrão disse...

Amigos, já vi que correu tudo bem apesar do tempo não ter colaborado, que desse modo tornou a dificuldade maior mas mais inesquecível.
Um grande abraço para todos os duros.

jovil disse...

Vi e já te ouvi Hernani e já me avisate do quão dificil foi.Espero pelos relatos.

Ruca world blog disse...

é daquelas histórias memoráveis para mais tarde contar aos netos, estou certo de que foi uma grande aventura, grande abraço a todos e em especial ao Hernani!!!
agora quero ver tudo contado tim tim por tim tim : ))
rui

Ferrão disse...

Tenho que comentar isto novamente, o relato está melhor ainda e as fotos são de encher o olho. Parabéns pela jornada.

António disse...

Foi mesmo espectacular!!! Potentissimamente ao mais alto nivel...
Agradecimentos a Motrinde pelo transporte ao capitão João e ao sub-capitão Hernani!!


Faisca...o lesionado

mcguerra disse...

Aqui está o BTT puro e duro :)

Grande Aventura levada a cabo por estes Grandes Amigos :)
fiquei feliz ao saber que estavam em Santiago afinal tudo correu bem pois voces bem o merciam :)
obrigados por estas fotos que deixam qualquer amante deste desporto de boca aberta sao fenomenais ;)

venha a proxima :)
abraço
Guerra

helder tomar disse...

grande aventura... numa palavra... espectacular!!!

BTT disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Pedro Cruz disse...

Olá Hernâni, isso é que foi uma aventura, parabéns! Já vi também no blog do Marco Guerra que já la voltaram pelo Caminho Português. E agora.. o que se segue? :)

Um abraço!

jobarrote disse...

Viva. Veio mesmo a calhar esta reportagem na BkMagazine. Eu mais dois amigos. Um deles o Claúdio Loureiro (o campeao de DH) e mais um dos aventureiros da anterior reportagem da BkMagazine dos Caminhos de Santiago o Carlos Veloso, mas vamos sair de Oviedo em direcção a Aviles, seguindo o pelo Caminho Norte. Isto a partir de 5 de Outubro. De maneiro que esta amostra na revista ainda dá mais ânimo para a aventura que nos espera até Braga, isto com ida a Finisterra. Isto se o tempo não nos pergar nenhuma partida e a "máquinas" se porem bem.

Anónimo disse...

tenho a certeza que a motrinde tem mais ciclistas do que serralheiros fora os alcoolicos que iam ao balao e depois para a oficina mas enfim

João Galvão e Ricardo Rosa disse...

Tenho que ver o vosso Blog com muito mais calma....
Mas comungo da ideia aqui várias vezes transcrita, de que este foi, é, e será o Caminho de Santiago mais duro de todos...
Um dia aceitarei o "convite" do Hernâni e fá-lo-ei numa época mais propícia.
Aquela situação de fazer em Dezembro foi só uma ideia do estilo: - Vamos lá ver o que isto dá...
...E deu. Mas foi muito duro...Muito frio; Chuva; Vento e principalmente LAMA! LOL
Parabéns pela vossa reportagem...
João Galvão

Geotrilhos disse...

Depois de ler este rescaldo a vontade de fazer este caminho é ainda maior.

As paisagens são fantásticas.

Grande aventura. ;)